Massoterapia

Descrição

A palavra massagem também vem do grego ‘mas’ que significa “amassar”, pode também ser definida como uma compressão metódica e rítmica do corpo, ou parte dele, para que se obtenham efeitos terapêuticos.

O homem utiliza a massagem como recurso terapêutico desde os tempos pré-históricos. A utilização da massagem na prática médica foi descrita por Homero em 1200 a.C. e por Hipócrates 460 a.C. Era usada nos banhos pelos gregos e romanos para assegurar saúde e beleza. Em tempos mais recentes foi desenvolvida e elaborada em alto grau por Ling da Suécia e Mezger da Holanada. Posteriormente, seus defensores foram Weir Mitchell e Kellogg nos Estados Unidos, e Cyriax e Mennel na Inglaterra. Por isso, a massagem na atualidade não é mais considerada como empírica e sim como ciência, uma vez que muitos efeitos relacionados a este recurso foram estudados.

Os efeitos Fisiológicos da Massagem

A massagem exerce efeito mecânico local decorrente da ação direta da pressão exercida no segmento massageado, e também uma ação reflexa, indireta, por liberação local de substâncias vasoativas.

Resumidamente as diversas técnicas de massagem podem promover: relaxamento muscular local e geral, alívio da dor, aumento da circulação sangüínea e linfática, aumento da perspiração (eliminação de suor pelo nosso corpo), aumento da nutrição tecidual, aumento da secreção sebácea, remoção de produtos catabólitos, aumento da maleabilidade e extensibilidade tecidual, aumento de mobilidade articular, deslocamento, direcionamento e remoção de secreções pulmonares, estímulo de funções viscerais, estímulo de funções autonômicas, além de contribuir para o relaxamento do stress físico e psicossomático contribuindo para saúde geral, também auxiliara na penetração de fármacos.

Existem diversos tipos de massagem derivadas de diversas técnicas e propostas por diversos autores, porém todos são derivados de movimentos primários que fazem parte da técnica denominada de massagem clássica. Esses movimentos básicos da massagem clássica são derivados principalmente de termos franceses: deslizamento ou alisamento, superficial ou profundo (effleurage), amassamento (petrissage), percussão (tapotment). Existem ainda outros movimentos conhecidos como fricção e a vibração, ou ainda movimentos associados como, por exemplo, o rolamento, que associa o deslizamento e o amassamento.

Conclusão

A massagem contemporânea deve seu progresso não necessariamente aos pioneiros, mas a um grande número de profissionais que a utilizam em clínicas, domicílios, hospitais e cirurgias. Por sua eficácia, a massagem garantiu uma firme posição entre outras terapias complementares. Sendo tanto uma arte quanto uma ciência, sua evolução continuará enquanto continuar sendo explorada e pesquisada por estudantes e profissionais.

Fisioterapeuta Evandro Luiz.